Plástico vira combustível

Claro que tinha que ser um japa, ne? Rsrsrsrsr!
Vi essa matéria hj no site Ciclo Vivo [muito bom por sinal, indico pra quem quiser ficar inteirado das notícias verdes], e achei legal dividir aqui com vcs. O cara conseguiu inventar uma máquina que, com água e sacolinhas plásticas, consegue fazer combustível que movimenta carros, motos, aquecedores etc.
Em tempos de "eco bags" nada mais justo com essas pequenas vilãs que por muito tempo facilitaram nossa vida... rs!

Bjs
Cintia
- - - - - - - - - -
 Japonês desenvolve técnica que transforma plástico em combustível
Em 31/08/2010, às 14h

Akinori Ito é o diretor executivo da empresa japonesa Blest e, mais do que isso, é o inventor de uma máquina que promete transformar plástico em petróleo. A ideia surgiu por causa de sua preocupação com o futuro do planeta.

Através de uma técnica japonesa, Ito desenvolveu uma máquina que pode ser capaz de revolucionar o descarte de resíduos e a produção de combustíveis. O equipamento funciona de maneira simples e rápida e pode solucionar alguns problemas constantes em países pobres.

O descarte e a destinação adequada dos resíduos sólidos são coisas que demandam muitos gastos financeiros. Quando não é possível ter uma estrutura adequada, o lixo fica poluindo o solo por centena de anos. Foi, justamente, para acabar com esse problema que Ito desenvolveu a máquina.

O equipamento funciona de forma simples, necessitando apenas de bastante plástico e água da torneira. Os resíduos são introduzidos na máquina e passam por um processo de aquecimento, que o derrete e absorve o gás da reação. Feito isso, um cano carrega esse gás e o transporta a um recipiente cheio de água, para que seja resfriado. O resultado final é um óleo, que pode ser usado para a fabricação de gasolina, diesel ou querosene e serve para movimentar carros, motos, aquecedores, entre outras coisas.

Para criar essa máquina, o inventor tinha em mente que fazer o processo inverso do plástico não poderia ser algo muito difícil. Realmente, após o resultado é possível comprovar que a técnica foi bastante simples, mas pode se tornar muito útil.

Ito estuda a criação de máquinas de diferentes tamanhos, que sirvam para o uso doméstico e também industrial. Ele já levou a máquina a países da África, Filipinas e para as Ilhas Marshall. O trabalho realizado nesses lugares é de conscientização, para que as pessoas passem a enxergar o lixo como fonte de renda, e não como problema.

O inventor lembra que o processo tradicional de retirada do petróleo e o caminho que ele percorre até chegar aos postos de gasolina deixam rastros enormes de CO2. A utilização da máquina é uma maneira de diminuir esses impactos negativos que o petróleo e o lixo causam à natureza.




Fonte: Ciclo Vivo / Tecnologia Verde
Com informações da United Nation University

5 Deixe aqui sua opinião!:

YuRii disse...

Excelente ideia! essa máquina Tinha que virar nossa realidade, uso doméstico, gostei mto da iniciativa dele.

c i n t i a disse...

Eu tb adorei!
Já pensou em cada um ter a sua maquininha em casa??

bjs

Luizatb disse...

Nossa, se isso é de verdade, esse cara é o meu novo ídolo!! Dois problemas resolvidos assim, tão fácil...

...só aposto que essa maquininha vai ser cara pra caramba quando conseguirem reproduzir e vender. Uma pena, mas isso não apaga nosso sucesso! Ponto pro meio ambiente!

Anônimo disse...

Esta máquina existe sim.
Futuramente estará sendo fabricada no Brasil... e não será tão cara quanto pensamos...
Uma ótima ideia para ajudar a controlar o problemas dos plasticos...

c i n t i a disse...

Nossa, é mesmo?? Seria muito bom se fosse verdade, ne??
Obrigada pela visita.