Brasileiros aprovam construções de luxo mesmo sendo danosos ao meio ambiente

Todo mundo deve ter assistido no Fantástico, nos últimos dois domingos (28/02 e 07/03), as matérias sobre as mega construções que seriam feitas em locais de preservação ambiental e pra lá de "sem noção". O triste de tudo isso é que muita gente gostou e se interessou em comprar tais imóveis.
As duas reportagens, que foram idealizadas pelo Akatu e pela agência de publicidade Lew’Lara\TBWA, flagraram brasileiros aprovando empreendimentos de alto padrão nos mais famosos cartões postais do país, mesmo sabendo que eles causarim danos ao meio ambiente. A maioria dos entrevistados se mostrou interessado em comprar apartamentos projetados em lugares públicos destinados ao lazer. Nas areias da Boa Viagem, em Recife, 61% aprovou o empreendimento e, na praia de Pitangueiras, no Guarujá, 59% das pessoas gostaram da ideia de construir o prédio na areia da praia.
Sinceramente, eu não acreditei nno resultado. Isso mostra como as pessoas ainda estão completamente alheias ao mundo que as cerca e não parece que se importam com o planeta, que assistem aos noticiários... Se a pessoa tem dinheiro, e se é algo legal, compra e está resolvido. As pessoas não têm consciência dos impactos.

Fonte: Site da Akatu


Abaixo segue os videos da reportagem:



5 Deixe aqui sua opinião!:

Chica disse...

Seria o fim da picada se essas construções fossem mesmo de verdade e por certo, haveriam os que as comprariam...beijos,chica

c i n t i a disse...

seria mesmo, chica! é mesmo um absurdo!

bjs!

Chico disse...

Olá Cintia

obrigado pela visita,se vc quiser postar amateria dagua esteja a vontade,qto mais pessoas nos concientizarmos melhor.
abraços
Chico

YuRii disse...

ideias bem absurdas éim!! HASHAHSHASUA o do rio foi o pior mesmo!! imagina aquilo de verdade.. estragaria mesmo a paisagem :S

Thayra Azevedo ♥ disse...

Ainda bem que era só uma campanha! Mas é muito triste ver que as pessoas ainda pensam desta forma. Vamos continuar incentivando as mudanças, jamais cruzar os braços!