Adestramento de Cães

Detentos dos Estados Unidos adestram cães atrás das grades


Priosioneiros de segurança máxima de Nova York estão trabalhando no adestramento de filhotes de cães atrás das grades. Eles treinam os cães para serem farejadores de bombas, guias para cegos e para ajudarem soldados feridos no Afeganistão e no Iraque.
O programa Puppies Behind Bars (algo como Cães Atrás das Grades), já garantiu 400 filhotes para o programa de adestramento nas prisões. A iniciativa também mudou a vida de muitos detentos, fazendo com que eles desenvolvam um sentimento de responsabilidade.

Elogios:
Os presos cuidam dos animais desde filhotes e ficam com eles por até dois anos, até que os cães sejam passados adiante. O projeto foi criado há 12 anos por Gloria Gilbert. “Eles podem escolher entre cumprir a pena inteira assistindo televisão e sair sem ter adquirido nenhuma habilidade profissional, provavelmente com mais raiva do que tinham quando entraram. Ou podem fazer algo que contribua para a sociedade enquanto estão presos, podendo com isso se sentir mais felizes com eles mesmos”, diz Gloria.


O programa tem recebido elogios de órgãos como o FBI (a Polícia Federal americana) e CIA (Agência de Inteligência dos Estados Unidos). Todos os presos com quem a BBC conversou disseram que o programa mudou suas vidas. “Não quero mais ser o cara mau", diz o prisioneiro William Purnell. “E o filhote me fez ver que eu não preciso ser, que posso ser uma pessoa normal, que posso me expressar, que posso ajudar as pessoas.” 


Fonte: Grupo Vira-Lata

5 Deixe aqui sua opinião!:

YuRii disse...

Uau q legal, serve como uma terapia para os presos. um filhote muda totalmente nosso humor!!! adoro cães ^^

a unica duvida q tive foi sobre como os cães ficam na prisão.. eles ficam presos será?? junto com os detentos?? isso naum estressaria o cachorro?? como num zoologico..

mas eu gostei mtooo dessa ideia xD

RaquelAlmeida disse...

Ótimo isso!
Bom pra todo mundo.

Beijos.

Cessel disse...

Preso tem que trabalhar! É por isso que as chances de recuperação são maiores lá do que aqui, onde o preso fica vagabundando e pensando em como matar e roubar mais.

Cintia disse...

Na verdade Yuri, os cães ficam lá como se estivessem num centro de adestramento mesmo. Recebem tratamento adequado com em um canil que normalmente conhecemos. A única diferença é que os detentos aprendem a lidar com os cães e a adestrar, aí qdo eles cumprirem a pena podem até conseguir um emprego nessa área, ne?

Valeu pela visita, bjaum!

YuRii disse...

valeuuu xD adorei essa ideia ^^ primeiro mundo é outra coisa hehehehe